Acesse o Portal do Governo Brasileiro Clique aqui para visitar o site do MCT
unidades   :: acessar :: canais   :: acessar :: busca   :: buscar :: :: contato ::
Início
      
Busca
OK
Fale conosco | Webmail | Links | Mapa do site
Banco de notícias
O IEN na mídia
 

IEN desenvolve tecnologia de radiotraçadores aplicada à indústria do petróleo e gás

O IEN está desenvolvendo a tecnologia de radiotraçadores aplicados à indústria de petróleo e gás natural, com a perspectiva futura de prestação de serviços a esta indústria e transferência de tecnologia para empresas nacionais. Financiada pela FINEP, a pesquisa é feita pela Divisão de Radiofármacos (DIRA) e coordenada pelo físico Luís Brandão, e dela participam também a bióloga Ana Cristina Nascimento, o engenheiro César Salgado e o físico Rogério Schaffin, todos da DIRA, além do aluno de doutorado da COPPE Eduardo Gonçalves em seu trabalho de tese.

Em todo o mundo diversos trabalhos ilustram o sucesso dessa tecnologia na avaliação de torres de destilação de petróleo, de dutos de transporte de óleo, gás natural e derivados e de reservatórios de estocagem. Uma grande vantagem dela é a possibilidade de serem efetuadas intervenções sem influenciar na operação normal da instalação. Pela introdução de uma pequena quantidade de material marcada com um isótopo radioativo, tanto componentes isolados como todo o conjunto de uma unidade industrial podem ser avaliados e as possíveis falhas operacionais localizadas. A alta sensibilidade de deteção dos sistemas empregados permite o uso de concentrações baixas do radiotraçador, de modo a não representar risco radiológico para a saúde dos trabalhadores e também não causar dano ou contaminação radiológica/química ao equipamento e ao ambiente.

Iniciado no final de 2007, o trabalho coordenado por Brandão já rendeu três artidos em revistas indexadas e seis trabalhos em congressos técnicos especializados. São tecnologias dominadas pela equipe do IEN a produção dos radioisótopos necessários (bromo-82, iodo-123 e ouro-198), a marcação dos compostos orgânicos pertinentes e o software para a análise de dados.

Segundo Brandão, o que o grupo está fazendo agora é o desenvolvimento de metodologias para estudo de processos industriais na área de petróleo e gás natural. São elas a aferição e calibração de medidores de vazão para derivados do petróleo, o estudo de tempos de residência em unidades de processamento químico de petróleo (por exemplo, torres de destilação e separadores de fases), a localização de pontos de obstrução em unidades de transporte de petróleo e derivados e a avaliação de unidades de tratamento de efluentes em instalações petroquímicas.



Voltar

Rua Hélio de Almeida, 75 - Cidade Universitária - Ilha do Fundão - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Tel.: (21) 2173-3700 / Fax: (21) 2590-2692 - Horário de funcionamento: 7h30 às 16h30